domingo, 17 de maio de 2015

Sessão Solene comemora os 67 anos de criação do Estado de Israel

A Câmara Legislativa do Distrito Federal realiza, nesta segunda-feira (18), às 19h, sessão solene em comemoração aos 67 anos de criação do Estado de Israel. A proposição é de iniciativa  da presidente da Casa, deputada Celina Leão (PDT).

A nação de Israel renasceu em 14.05.1948, seu renascimento, teve a decisiva participação do Brasil na pessoa do Presidente da Segunda Assembleia Geral das Nações Unidas-ONU, Embaixador Osvaldo Aranha, na  sessão que aprovou  a Resolução nº 181 da ONU, de 29 novembro de 1947, que autorizou a Criação do Estado de Israel. 

“É uma data a ser comemorada como forma de valorizar a luta desse povo tão perseguido, que no início da Era Cristã teve seu território invadido e arrasado. Criamos a Frente Parlamentar de Cooperação Internacional e Amizade entre Brasília - Brasil e Israel, por entender a importância desta Nação, sobretudo  do ponto de vista cristão. Além de ser um instrumento de interação e ligação, no sentido de congregar em harmonia com os buscam os mesmos sentimentos de paz e amizade entre os povos.”, considera a deputada.

As novas gerações mal conseguem entender a grandeza da fundação e independência do Estado de Israel, para onde fluíram e continuam chegando judeus após 2000 anos de dispersão, perseguições e discriminações.

Em 67 anos, com todas as dificuldades e adversidades, Israel absorveu judeus de todos os cantos do mundo. Grande parte deles foi de países árabes, como o Iraque, Egito, Marrocos, Síria, Líbano e outros de onde foram expulsos. Para o novo país afluíram judeus sobreviventes do Holocausto, que não mais queriam viver na Europa.Também emigraram judeus que conseguiram sair da ditadura comunista da URSS, da Etiópia e de muitos outros países do mundo.

Brasil e Israel sempre mantiveram boas relações, apesar da grande distância geográfica. Com a criação da Frente Parlamentar de Cooperação Internacional e Amizade entre Brasília - Brasil e Israel haverá  fomento para o desenvolvimento de parcerias nos setores político, cultural, comercial, turismo secular e turismo religioso e em especial no desenvolvimento de ações conjuntas em defesa da paz em Israel, Terra Santa, Oriente Médio e em todo o mundo.

A Frente também  facilitará a aproximação entre  Brasil e Israel, quebrando os preconceitos, e buscando desenvolver a troca de informações em áreas importantes para as duas  nações, como educação, saúde, cultura, artística, política, econômica, turismo religioso, turismo secular, científicas, tecnologia de ponta e sistema de irrigação de gotas, inclusive buscando fomentar a paz na Terra Santa, no Oriente Médio e no Mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário