sábado, 16 de maio de 2015

MOSTRA DE CINEMA AFRICANO - GARANTA SEU LUGAR NAS SESSÕES. A ENTRADA É GRATUITA

Em comemoração ao Dia da África, a União das Embaixadas dos países da África de Brasília escolheu o CCBB para exibir os filmes da Semana do Cinema Africano. A data marca o aniversário de assinatura da Carta da Organização de Unidade Africana, que se tornou a União Africana em 1999. Na mostra, você vai ver filmes sobre Mandela, a luta dos argelinos contra o colonialismo francês, tradições e culturas locais. Garanta seu lugar nas sessões. A entrada é gratuita. De 20 a 25 de maio

O Dia da África, 25 de maio, simboliza a luta dos povos do continente africano pela sua independência. Para comemorar a data institucionalizada pela ONU, o CCBB, em parceria com a Embaixada do Burkina–Faso, exibirá filmes produzidos no continente.

A seleção conta com filmes de vários genêros, como drama, comédia, musical, entre outros.

PROGRAMAÇÃO

Dia 20, quarta-feira

19h30 – Sofia

Dia 21, quinta-feira

Dia 22, sexta-feira

18h00 – Tasuma – O Fogo
20h00 – A Batalha de Argel

Dia 23, sábado

18h00 – A 5ª Corda
20h00 – Os Silêncios do Palácio

Dia 24, domingo

18h00 – Mascarades
20h00 – Obali

Dia 25, segunda-feira

18h00 – A Casa Amarela
20h00 – Férias de Casamento

SINOPSES

Mandela, Caminho Para a Liberdade

(2013, 139 min, Direção: Justin CHADWICK, Classificação Indicativa: livre)
Nascido e criado na zona rural, na família real de Thembus, Nelson Mandela ganha Joanesburgo, aonde abre o primeiro gabinete de advogados negros e se torna um dos líderes do ANC. Sua prisão o separa de Winnie, o amor de sua vida que irá apoiá-lo durante seus longos anos de cativeiro, e por sua vez, tornam-se figuras ativas do ANC.

A Batalha de Argel

(1966, 103 min, Direção: Gillo PONTOCORVO, Classificação Indicativa: 12 anos)
O roteiro se baseia em fatos ocorridos no periodo de 1954-1962, quando o povo argelino lutou contra o colonialismo francês.

Tasuma – O Fogo

(2004, 90 min, Direção: Kollo Daniel SANOU, Classificação Indicativa: 12 anos)
Sogo chamado Tassamu, é um antigo soldado senegalês que combateu junto às forças armadas francesa durante as guerras da Indochina e da Argélia. Ao retornar para seu país após sua desmobilização, voltou a ser camponês.

Férias de Casamento

(2012, 105 min, Direção: Aboubakar DIALLO, Classificação Indicativa: livre)
David é um executivo próspero porém mantem casos extraconjugais com suas amantes. Claudia sua esposa paciente sempre solitária, tinha um único apoio que eram suas duas amigas. Na companhia delas, Claudia armou um plano para flagrar seu marido infiel. Um belo dia a decisão de Claudia é tomada: ela vai tirar férias de casamento.

Obali

(1976, 90 min, Direção: Pierre-Marie DONG e Charles MENSAH, Classificação Indicativa: 10 anos)
O filme mostra como Ndongo lida com a tradição Obali que dita que um viúvo deve se casar novamente com uma mulher da família de sua falecida esposa.

A 5ª Corda

(2011, 98 min, Direção: Selma BARGACH, Classificação Indicativa: livre)
Malek tem 18 anos e sonha em se tornar um grande musico do alaúde, mas sua mãe preferia que ele fizesse uma faculdade. Ala lembra que o seu próprio pai, musico não conseguiu ter sucesso nem sustentar a sua família por causa de sua paixão. Com a chegada de Amir, professor de musica e tio de Malek, que ficou ausente durante 10 anos, mudou toda a situação.

Os Silêncios do Palácio

(1994, 128 min, Direção: Moufida Tlatli, Classificação Indicativa: livre)
Alia deixa o marido e volta ao palácio onde viveu sua adolescência. Em meio à decadência da mansão real, lembra-se do passado, da relação proibida com Sarra, filha do príncipe, e busca a identidade de seu pai.

Mascarades

(2008, 90 min, Direção: Lyes Salem, Classificação Indicativa: 12 anos)
Mounir Mekbek é um homem jovem que mora com sua família em uma cidade cercado pelas montanhas de Aurès. Apesar de ser confiante e seguro de si, ele nutre um sonho singular – ser finalmente valorizado pelos outros habitantes de sua cidade. Sua irmã Rym, no entanto, torna tudo mais difícil ao apresentar um caso extremo de narcolepsia, caindo no sono em público e trazendo vergonha e humilhação para a família, especialmente para Mounir. Tudo muda quando, um dia, Mounir surge bêbado depois de um passeio afirmando ter prometido sua irmã para um homem estrangeiro e rico.

CCBB DF -  como chegar

Centro Cultural Banco do Brasil Brasília

SCES, Trecho 02, lote 22CEP: 70200-002 | Brasília (DF)(61) 3108-7600
ccbbdf@bb.com.brFuncionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.

TRANSPORTE GRATUITO

FONTE: CCBB BRASÍLIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário