quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Celina Leão considera reunião com Rollemberg como respeito ao Legislativo

A deputada Celina Leão (PDT) agradeceu o gesto do governador eleito do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, que participou da reunião do colégio de líderes da Câmara Legislativa nesta terça-feira (11), acompanhado pela equipe que coordena a transição de governo. “O futuro governador inova, mostra respeito e dá uma demonstração de que quer proximidade com o Legislativo”, considerou a deputada.

15 distritais participaram da reunião e foram unânimes em parabenizar Rollemberg e destacar a responsabilidade e os grandes desafios  que o novo governante terá pela frente. Rollemberg discorreu sobre sua trajetória política, com ênfase em seus dois mandatos como deputado distrital e afirmou que quer “construir uma relação respeitosa entre os poderes, independentemente de posições políticas”. O futuro governador também disse que quer manter a regularidade nos encontros com os distritais para “construir soluções, sempre respeitando a autonomia da Câmara Legislativa”, garantiu.

Para Celina Leão os deputados devem apontar rumos e se antecipar aos problemas, sempre prezando pela autonomia da Câmara. “Dou como exemplo o projeto do Executivo, que foi aprovado por esta Casa, sem o meu voto, onde os projetos estruturantes não precisam passar pela Câmara, um desses projetos foi o do Estádio Mané Garrincha, acredito que se tivesse passado por aqui não teria esse custo altíssimo para uma obra que parece não ter fim. Precisamos inaugurar  um novo tempo”, observou.

A deputada ressaltou que a Câmara Legislativa precisa de um resgate, que passa pelo Executivo. “O gesto do Rollemberg  de participar desta reunião conosco demonstra sua intenção de respeitar o Legislativo”, avaliou Celina.

O governador pediu "atenção especial" dos parlamentares para as adequações orçamentárias, que são necessárias para o início do próximo governo: "Estamos estudando o orçamento e vamos encaminhar sugestões e preocupações, inclusive para garantir a continuidade de serviços", frisou Rollemberg.



Nenhum comentário:

Postar um comentário