sexta-feira, 9 de outubro de 2015

A Câmara cumpriu o seu papel e não permitiu aumentos abusivos dos impostos

A Câmara Legislativa do Distrito Federal rejeitou três projetos de lei encaminhados pelo Executivo que previam reajustes para o Imposto sobre a Propriedade Territorial Urbana (IPTU), para a Taxa de Limpeza Pública (TLP) e para a Contribuição para Iluminação Pública (CIP).
Com a derrubada dos projetos, o governo só poderá reajustar as alíquotas desses impostos para 2016 conforme a legislação vigente, que não permite aumento superior ao Índice Nacional de Preços (INPC).


#DIVULGACELINALEÃO

Nenhum comentário:

Postar um comentário